Jovem Aprendiz Caixa: Saiba como Participar

Para ser um empregado Caixa, é necessário prestar um concurso público, conforme determina a Constituição Federal e o Estatuto da Caixa. Os editais são publicados no Diário Oficial e no sítio da Caixa, e tem como objetivo preencher vagas disponíveis ou formar cadastro reserva. Após a admissão, o empregado passa a ocupar um cargo efetivo, permanente, para o qual prestou concurso.

A Caixa possui um Plano de Cargos e Salários, que contemplam as duas áreas de cargos efetivos: carreira administrativa, para o cargo de Técnico Bancário Novo, e carreira profissional, para os cargos de Engenheiro, Médico do Trabalho, Advogado e Arquiteto. Os salários variam entre R$ 2.025,00 e R$ 18.925,00, dependendo do cargo e da jornada trabalhada.

Cargos e Salários

A Caixa possui um Plano de Cargos e Salários, que contemplam as duas áreas de cargos efetivos: carreira administrativa, para o cargo de Técnico Bancário Novo, e carreira profissional, para os cargos de Engenheiro, Médico do Trabalho, Advogado e Arquiteto. Os salários variam entre R$ 2.208,00 e R$ 20.629,00, dependendo do cargo e da jornada trabalhada

Estágio

O Programa Estágio CAIXA é ofertado a estudantes de nível médio, técnico e superior, de acordo com as atividades da unidade concedente.

Como ato escolar supervisionado desenvolvido em ambiente de trabalho, o estágio é parte integrante do processo formativo e contribui para a formação do/a futuro/a profissional, permitindo ao/a estudante:

  • conhecer a filosofia, diretrizes, organização e funcionamento de empresas e instituições em geral, facilitando sua integração, além de propiciar melhor relacionamento humano e social.
  • o impacto da passagem da vida estudantil para o mundo do trabalho, proporcionando contato com o futuro meio profissional;
  • adquirir uma atitude de trabalho sistematizado, desenvolvendo a consciência da produtividade, a observação e comunicação concisa de ideias e experiências adquiridas e incentivando e estimulando o senso crítico e a criatividade;
  • a aplicação prática de seus conhecimentos teóricos, motivando seus estudos e possibilitando maior assimilação das matérias curriculares;
  • definir-se em face de sua futura profissão, perceber eventuais deficiências e buscar seu aprimoramento;
  • Esse aprendizado se traduz em melhores perspectivas para o futuro e amplia as possibilidades de inserção ao mercado de trabalho.

Se você tiver interesse em ser estagiário/a na CAIXA fique atento/a aos processos seletivos que acontecem regularmente no site

http://www.ciee.org.br/portal/estudantes ​

Nos regulamentos estão todas as informações sobre o estágio (municípios participantes, carga horária, valores de bolsa e benefícios, idade, escolaridade, dentre outros). Fique atento/a!

Programa Adolescente Aprendiz

O Programa Adolescente Aprendiz tem como objetivo proporcionar conhecimentos teóricos e práticos necessários ao desempenho de uma profissão e promover a inclusão social de adolescentes.

O Programa promove a capacitação profissional em serviços bancários e administrativos, ao mesmo tempo em que estimula a prática da cidadania, de valores éticos e profissionais.

A contratação de Aprendizes para atuação na CAIXA ocorre por meio de parceria com Entidades Sem Fins Lucrativos, selecionadas por meio de Chamada Pública e conveniadas para essa finalidade, e está limitada ao percentual entre 5% até 15% de empregados/as por estabelecimento, conforme preconiza a Lei de Aprendizagem.

Os requisitos são:

Idade para ingresso no programa – entre 15 anos completos e 17 anos completos;
Renda familiar de até 50% do salário mínimo per capita;
Escolaridade – mínimo 9º ano do ensino fundamental ou o equivalente na Educação para Jovens e Adultos.
Benefícios:

Remuneração de R$954,00 por mês integral de aprendizagem;
Auxílio-alimentação;
Vale-transporte;
Férias;
FGTS: 2%.
Conheça aqui as Entidades Parceiras de Aprendizagem​.​Para mais informações, entre em contato com o SAC Caixa: 0800-726-0101​

Programa Jovem Aprendiz

A Caixa informa que, no momento, somente contrata Adolescentes Aprendizes (menores de 18 anos) para cumprimento de cota de Aprendizagem nas Unidades, como determina a Lei.